GRUPO ETIQUETA E VOLACC NO OUTUBRO ROSA – Força, Fé e Vontade de Viver!

Ainda celebrando o Outubro Rosa, hoje vamos conhecer a história da Cristiane Groseli, uma mulher guerreira, também assistida pela Volacc.

 

Cristiane, a Cris como é conhecida, é casada e tem três filhos. Ela era assistente financeira de uma empresa de Indaiatuba quando descobriu o nódulo na mama direita ao fazer o autoexame em casa. Na época ela tinha 32 anos.

Da descoberta do primeiro nódulo até hoje já se passaram 8 anos de muita luta e fé. “A notícia em si assusta bastante, porque todo mundo que recebe uma notícia de câncer acha que vai morrer, mas com o passar do tempo e com médicos muito bons, a gente vai conseguindo lidar com tudo isso. Eu só pensava na minha família. Eu tive que buscar muita fé para poder dizer eu vou vencer. A fé e a família são a minha base”, afirma Cristiane.

Durante o tratamento ela afirma que a moda a ajudou muito. Ela perdeu cabelo logo na primeira sessão de quimioterapia e quis raspar a cabeça e ficar careca. “Eu queria ser careca e adorava os lenços. Eu tinha de várias cores. Tudo eu combinava. A blusa com o lenço, com a calça, com o cinto. Hoje eu ainda faço isso. Uso turbante, apesar de não precisar mais, eu combino com a sandália, com a roupa. Faz muito bem para a autoestima ganhar um elogio de uma pessoa que você não conhece! É muito bom!”

 

A relação da Cris com a Volacc começou em 2011. Ela precisou de uma medicação e então procurou a instituição. “Eu diria que hoje a Volacc é 100% na minha vida. Não só em 2011, quando eu precisei de uma medicação, mas em 2014 quando eu tive a metástase no cérebro e precisei de uma orientação jurídica, e hoje ela me ajuda em tudo! Na autoestima, em aprender todos os dias, nas colaborações que eu recebo de cada voluntária, de conhecer novas pessoas”, comenta.

 

Há dois anos, além de ser assistida pela Volacc, Cris passou também a ser voluntária. “Foi passando o tempo, fiquei afastada pelo INSS, fiz várias cirurgias e fui aposentada por invalidez. Depois de 18 anos trabalhando numa empresa na área financeira, me vi sentada num sofá, sem ter o que fazer, cuidando de casa, me sentindo inútil. Então, decidi ir com a minha mãe para o brechó da Volacc. Comecei a frequentar, ajudar, conhecer as pessoas. Hoje o brechó me faz sentir valorizada, como ser humano. Terça e quinta eu sou funcionária do brechó! Vou de coração aberto e aprendo todos os dias. E vou em paz para minha casa. Eu aprendo muito com as senhorinhas. Eu sou a mais nova da turma, então eu me sinto realizada, com certeza!”

 

A luta da Cris continua. Sua história inspiradora impressiona, assim como impressiona sua força, fé e vontade de viver.  “Tenha muita fé em Deus, porque para Ele nada é impossível. Você tem uma turminha que te ajuda: os médicos, os apoiadores, fisioterapeutas, psicólogos, mas a fé que você tem dentro do seu coração, isso não tem fim. Eu costumo dizer que o câncer não é uma doença para mim, é um aprendizado. Eu aprendo todos os dias com ele, de todas as formas. Meu conselho para você mulher, homem, vista uma roupa bonita, se produza, passe perfume, penteie o cabelo para um lado diferente, sem se preocupar com o julgamento dos outros, porque isso existe muito. É para você se sentir viva! Para se sentir bem, só depende de você e isso não tem preço!”

 

Assista a entrevista completa:

Texto por:

Fabiana Biondi

Jornalista e Redatora

Não há comentários, seja a primeira a comentar!

Postar comentário